Existimos para glorificar a Deus e para servir uns aos outros no amor de Cristo. Queremos ser uma bênção na sua vida. Volte outras vezes! “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor”. Provérbios, 16:1.

1 de out de 2010

A Doutrina das Sagradas Escrituras

“Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra” (II Tm. 3.14-17).
INTRODUÇÃO
As religiões de modo geral têm seus livros considerados como sagrados. Exemplos: Os muçulmanos têm o Alcorão; os hinduístas têm o Bhagavad Gita. Nós, os cristãos, temos a Bíblia. Ressaltamos, entretanto, que nenhum desses livros não são revelações do Deus Eterno. Somente a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa única regra de fé e prática. Sendo assim, a Bíblia nos orienta em relação ao que se deve crer e ao que se deve fazer.
O Cristianismo tem por base a Revelação de Deus ao homem. Se Deus não se revelasse, o homem não estaria em condição de conhecê-lo. Temos duas diferenças importantes no que diz respeito a religião: A religião comum é aquela em que o homem acha a Deus; já a religião revelada na Bíblia é aquela em que Deus acha o homem, proporcionando ao mesmo um verdadeiro conhecimento a Seu respeito, ainda que tal conhecimento seja limitado.
1 - REVELAÇÃO GERAL DE DEUS: Não vem ao homem diretamente por comunicações verbais. É a forma primeira que Deus tinha para manifestar-se ao homem através de toda a sua criação (Sl 19; Rm 1,20). No entanto, tal revelação tornou-se insuficiente por causa do pecado do homem (Rm 3,23; Cl 1,13; I Jo 1,8; Rm 1,18,25; Ef 4,18). Com isso a revelação geral de Deus não é mais digna de confiança, porque foi também afetada pelas conseqüências do pecado.
2 - REVELAÇÃO ESPECIAL DE DEUS: Como já dissemos o pecado impediu o verdadeiro conhecimento que o homem poderia ter a respeito de Deus através da natureza. Foi preciso que Deus se revelasse de forma especial. A Bíblia, portanto, é o livro da revelação especial de Deus - a Sua Palavra. Jesus Cristo é a revelação máxima de Deus. Em Cristo o homem pode ser resgatado do pecado e voltar a comunhão com Deus. A Bíblia não é meramente um narrativa histórica, mas é o falar perene de Deus ao homem. O fato é que Deus se revelou e que sua revelação se acha escrita.

DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO
A palavra Bíblia vem do grego “Bíblos”, que significa livros. A Bíblia foi escrita por cerca 36 homens, inspirados por Deus, num período de aproximadamente 16 séculos e em vários estilos literários (2 Pe 1,21). Foi escrita em duas línguas: Hebraica e grega, com alguns poucos textos do Antigo Testamento em aramaico (Esdras 4,8-6,18; 7,12-26; Jer 10,11; Dn 2,4-7,28).
Portanto, o cânon da revelação divina é constituído dos livros que compõem o Velho e o Novo Testamentos. A palavra cânon significa regra. Determinar o cânon das Escrituras é ter toda a regra que Deus nos deu para nos dirigir na maneira de o glorificar e gozar.
Foi em 1546, no Concílio de Trento, que mais 7 livros foram acrescentados aos 66 já existentes. Pelo fato de seu conteúdo não concordarem com os demais ensinamentos dos outros, e pelo fato de não constarem do original, não foram aceitos como canônico - são os chamados livros “apócrifos” (Ap 22,18,19). São eles: I e II Macabeus, Judite, Tobias, Baruque, Eclesiástico e Sabedoria.
O Antigo Testamento possui 39 livros e o Novo Testamento 27. O Antigo descreve a criação e a história do povo de Israel até a vinda do Messias. Já o Novo fala da vinda do Messias - Jesus Cristo - sua vida, sua morte e sua ressurreição, a história dos apóstolos e dos demais discípulos, da Igreja Primitiva e da segunda volta de Jesus.

DIVISÃO DO ANTIGO TESTAMENTO
1 - LIVROS DA LEI (Pentateuco): Gn; Ex; Lv; Nm; Dt = 05
2 - LIVROS HISTÓRICOS: Js; Jz; Rt; Ie II Sm; I e II Rs; I e II Cr; Esd; Nee; Est = 12
3 - LIVROS POÉTICOS: Jó; Sl; Pv; Ecl; Cant = 05
4 - LIVROS DOS PROFETAS MAIORES: Is; Jr; Lm; Ez; Dn = 05
5 - LIVROS DOS PROFETAS MENORES: Os; Jl; Am; Ob; Jn; Mq; Na; Hc; Sf; Ag; Zc; Ml = 12

DIVISÃO DO NOVO TESTAMENTO
1 - EVANGELHOS: Mt; Mc; Lc; Jo = 04
2 - LIVRO HISTÓRICO: At = 01
3 - CARTAS PAULINAS: Rm; I e II Co; Gl; Ef; Fp; Cl; I e II Ts; I e II Tm; Tt; Fm = 13
4 - CARTAS GERAIS: Hb; Tg; I e II Pe; I, II e III Jo; Jd = 08
5 - LIVRO PROFÉTICO: Ap = 01

DEFININDO TRÊS PALAVRAS IMPORTANTES
Há três vocábulos que nos ajudam a compreender mais facilmente alguns aspectos relacionados com o registro e o ensino da Bíblia como Palavra de Deus. Vejamos:
1 - REVELAÇÃO - É o ato pelo qual Deus se deu a conhecer ao homem. Deus foi quem tomou a iniciativa; do contrário o homem não teria condições de conhecê-Lo, por causa do pecado (Rm 6,23; 3,23; Is 59,2). É o ato pelo qual Deus manifestou à criatura sua Pessoa e o seu plano salvador (Hb 1,1,2);
2 - INSPIRAÇÃO - É o ato pelo qual Deus, mediante o Espírito Santo, influenciou e guiou os escritores sagrados para que registrassem fielmente os atos e as palavras de seu plano de salvação (II Tm 3,16,17; II Pe 1,21; Ex 17,14). A Bíblia é e continuará sendo a Palavra de Deus pelo fato de sua inspiração. A Bíblia é inspirada num sentido único e divino, e não no sentido literário e poético. Algumas provas de sua inspiração: A) Sua unidade na diversidade; B) Cumprimento das profecias; C) Transformação do caráter humano; D) Consciência do crente - sua fé;
3 - ILUMINAÇÃO - É o ato pelo qual Deus, pela ação do Espírito Santo, esclarece os leitores da Bíblia, capacitando-os a compreenderem a verdade das Escrituras. O Espírito Santo é quem nos ensina (Jo 14,26). Sem a revelação o pecador jamais chegaria a conhecer a Deus; sem a iluminação jamais chegaria a conhecer a verdade revelada (I Co 2,14).

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS SAGRADAS
Já se passaram mais de dois mil anos depois de ter sido escrita a Bíblia, mas o seu valor continua o mesmo, visto que ela é inspirada pôr Deus, sendo, portanto, digna de total confiança. A melhor maneira de expressar esta importância é pela nossa reação diante dela. Nós não devemos adorá-la, mas vamos adorar ao Deus que se revela em suas páginas. Nós devemos estudá-la com dedicação, paciência e boa vontade. Devemos ensiná-la aos que não a conhecem e/ou não a entendem, com criatividade e fidelidade à própria Escritura. Devemos também obedecer às suas ordens, encarnar seus princípios, viver seus ensinamentos. Assim, seguiremos o bom exemplo de Esdras: “Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a lei do Senhor e para a cumprir e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos” (Ed 7,10).

DISPOSIÇÕES RELEVANTES PARA O ESTUDO
FÉRTIL DA PALAVRA DE DEUS

1 - Espírito reverente para com a Palavra - Sl 119,18; I Ts 2,13; Is 66,12;
2 - Ter amor pela Palavra - Sl 119,47,97;
3 - Reconhecer a sua inspiração - II Tm 3,16; 1,20,21;
4 - Saber que o objetivo central da revelação Divina é Jesus Cristo - Jo 5,39; 20,30,31;
5 - Que o intérprete por excelência é o Espírito Santo - Jo 14,25; 16,13; I Co 2,12-16;
6 - Ser ávido e diligente no estudo da Palavra - At 8,27-31; 17,10,11;
7 - Saber que a Palavra de Deus nos fortalece - I Jo 2,14; Sl 119,28;
8 - Oferece certeza da salvação - I Jo 5,13;
9 - Saber que a Palavra de Deus nos orienta nas decisões da vida - Sl 119,105;
10 - Saber que a Palavra de Deus nos alimenta espiritualmente - I Pd 2,2;
11 - Saber que a Palavra de Deus nos dá sabedoria - Sl 119,98-100.

2 comentários:

Júnio Almeida disse...

Graça e Paz!

Vim conhecer seu espaço digital. ótimo post! A internet é um espaço precioso onde podemos falar de Jesus e discutir diferentes pontos de vista!
Também tenho feito uma apresentação dos livros da Bíblia; de uma forma diferente, mas que traga edificação e incentivo à leitura dos livros.

Aproveitando, gostaria de fazer uma apresentação do meu blog: (não sei se me permite pelas regras do sue blog)

Cristão ex officio é um blog cristão onde queremos disseminar um pensamento crítico e reflexivo sobre o evangelho; algo que impacte tanto aqueles que não conhecem a Cristo como quem já o segue.

Aguardo sua visita. Vamos nos seguir!

Abraços em Cristo e Paz!

Júnio Almeida

http://cristaoexofficio.blogspot.com

Aldo disse...

a PAZ E GRAÇA DO SENHOR JESUS, BÊNÇÃO DO SENHOR...

ESTOU SEGUINDO O SEU BLOG, PARABÉNS. É MAIS UMA FERRAMENTA QUE TEMOS PARA DIVULGARMOS A PALAVRA DE DEUS.
SE QUISER SEGUIR O MEU, FIQUE À VONTADE. SE QUISER PARCERIA, É SÓ ME AVISAR, OK.

http://oguardadeisrael.blogspot.com/

Postar um comentário

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abeixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;

OBS: Comentários dos leitores não refletem as opiniões da blog.

Blog Widget by LinkWithin